Ype Supermercado é primeira empresa registrada no SIM

A lei estabelece regras para a produção e venda de produtos de origem vegetal e animal.

27/11/2018 10h15 - Por: Assessoria de Comunicação

 
O SIM foi criado pela prefeitura em 2017 para efetuar a prévia fiscalização dos produtos de origem animal. Foto: PMBO SIM foi criado pela prefeitura em 2017 para efetuar a prévia fiscalização dos produtos de origem animal. Foto: PMB

O Ype Supermercado Ltda é a primeira empresa em Bonito registrada no SIM (Serviço de Inspeção Municipal) e se encontra credenciada para a produção de carne de sol, charque e linguiças, entre outros produtos de origem animal.

O SIM foi criado pela Prefeitura Municipal de Bonito (por meio do Lei Municipal n º 1.467 (de 26 de setembro de 2017) com o objetivo de efetuar a prévia fiscalização, sob o ponto de vista industrial e sanitário, dos produtos de origem animal (comestíveis e não comestíveis) preparados, transformados, manipulados, recebidos, acondicionados, depositados e em trânsito no município.

Banner atesta a fiscalização realizada pelo Departamento de Produção e Desenvolvimento Rural. Foto: DivulgaçãoBanner atesta a fiscalização realizada pelo Departamento de Produção e Desenvolvimento Rural. Foto: Divulgação

A lei estabelece regras para a produção e venda de produtos de origem vegetal e animal no município, incentivando os produtores locais e evitando a circulação de produtos na clandestinidade.

Com os produtos licenciados (devidamente inspecionados) é possível, por exemplo, comercializar produtos de origem animal na Feira do Produtor Rural da cidade.

O Serviço de Inspeção Municipal (SIM), vinculado ao Departamento de Produção e Desenvolvimento Rural, está situado na Avenida Dr Conrado, nº 854, na Vila Donária (ao lado do ESF), telefone (67) 3255-1388, sob responsabilidade da médico-veterinária Luiza Valsoni.

Estabelecimento poderá produzir carne de sol, charque e linguiças, entre outros produtos de origem animal.Foto: DivulgaçãoEstabelecimento poderá produzir carne de sol, charque e linguiças, entre outros produtos de origem animal.Foto: Divulgação