O prefeito Odilson Soares, entendendo as dificuldades financeiras provocadas pela pandemia do Covid-19, solicitou junto a Caixa Econômica Federal de Bonito o reparcelamento dos empréstimos consignados dos servidores municipais em até 120 meses.

Conforme a gerente geral da Caixa de Bonito, Tamiris Pimental, o reparcelamento não é automático, devendo o servidor solicitá-la junto ao banco. “O servidor deve procurar a Caixa e já na fila, explicar ao colaborador que deseja fazer o reparcelamento. Ele será orientado sobre o procedimento e marcaremos um horário específico para atendê-lo, evitando assim, possíveis aglomerações”, detalha.

O município também conseguiu junto ao banco a suspensão do débito em folha dos empréstimos consignados tomados por servidores públicos municipais pelo prazo de 3 meses, a contar do mês de julho e caso o servidor optar por reparcelar a divida, também terá a carência.

Comentários do Facebook