Bonito recebe Projeto Roda-Hans/Carreta da Saúde

O projeto tem como meta conscientizar a população sobre a hanseníase - seus sinais e sintomas, realizando o diagnóstico precoce

28/01/2019 10h23 - Por: Boni Miranda/Assessoria de Comunicação

 
A doença tem cura, mas se não for tratada pode deixar sequelas. O tratamento, totalmente gratuito, é realizado pelo SUS. Foto: DivulgaçãoA doença tem cura, mas se não for tratada pode deixar sequelas. O tratamento, totalmente gratuito, é realizado pelo SUS. Foto: Divulgação

O município de Bonito vai receber no dia 19 de fevereiro de 2019 os serviços do Projeto Roda Hans: Carreta da Saúde- Hanseníase, desenvolvido pelo Ministério da Saúde (em parceria com a ONG DAHW), com o apoio do governo do Estado de MS e da Prefeitura Municipal de Bonito.

A hanseníase (antigamente conhecida como lepra), é uma doença infecciosa causada por uma bactéria chamada Mycobacterium leprae ou bacilo de Hansen. A doença tem cura, mas se não for tratada pode deixar sequelas.

O tratamento é gratuito, totalmente realizado pelo SUS.

Estima-se que cerca de 90% da população brasileira tenha defesa natural contra a doença, mesmo assim o Brasil ainda é o segundo país que mais diagnostica casos da doença no mundo.

DIAGNÓSTICO PRECOCE

Os trabalhos do Projeto Roda Hans: Carreta da Saúde-Hanseníase tem como meta conscientizar a população em geral sobre a hanseníase, seus sinais e sintomas, realizando o diagnóstico precoce para que se possa fazer o tratamento da doença.

A carreta é equipada para funcionar como uma unidade de saúde, e disponibiliza cinco consultórios e um posto de coleta de exames para diagnóstico de novos casos. O atendimento é feito por profissionais da saúde da rede municipal, com apoio de um especialista para realizar exame dermatoneurológico para diagnóstico de hanseníase.

Os municípios que participam recebem capacitação teórica e prática em diagnóstico e manejo clínico da hanseníase.