Pesquisadores de instituições nacionais visitam Bonito e região

Objetivo foi conhecer as características da região da Serra da Bodoquena, tais como relevo, solo, subsolo e rios, incluindo os rios subterrâneos

25/01/2019 07h47 - Por: Boni Miranda/Assessoria de Comunicação/Com informações do Paulo da Agraer

 
O governo do Estado quer juntar forças e conhecimentos inovadores para conservação de água e do solo na Serra da Bodoquena, afirma gestor. Foto: Facebook do Parque Nacional da Serra da BodoquenaO governo do Estado quer juntar forças e conhecimentos inovadores para conservação de água e do solo na Serra da Bodoquena, afirma gestor. Foto: Facebook do Parque Nacional da Serra da Bodoquena

A Agraer de Bonito, juntamente com pesquisadores da Escola Superior de Agronomia Luiz de Queiróz (ESALQ/da USP), do Inovasolos (EMBRAPA), da SEMAGRO/AGRAER, FAMASUL e APROSOJA, realizou nos dias 21 e 22 de janeiro (segunda e terça-feira) uma visita técnica à região de Bonito e Serra da Bodoquena.

A visita teve como objetivo apresentar aos técnicos e pesquisadores as características singulares da região da Serra da Bodoquena, incluindo relevo, solo, subsolo e rios, inclusive os rios subterrâneos.

De acordo com o gestor de desenvolvimento rural da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) local, Paulo Sérgio Gimenez, conhecido como "Paulo da Agraer", o intuito do governo estadual é juntar forças e conhecimentos inovadores que possam ser aplicados na conservação de água e solo na Serra da Bodoquena.

"É clara a preocupação das entidades que representam a classe rural para que seja desenvolvido e implantado um programa ambiental de micro bacias hidrográficas", afirma Paulo, lembrando que o governo estadual, por meio da SEMAGRO/AGRAER e em parceria com FAMASUL, Aprosoja e Prefeitura Municipal de Bonito está trabalhando para executar os trabalhos de conservação de agua e solo dentro de um programa de micro bacias hidrograficas, sempre com o cuidado de aplicar técnicas compatíveis com as características singulares da região.

"Aplicar e transferir conhecimentos técnicos inovadores, que já trazem bons resultados para os proprietários rurais, bem como as parcerias entre as instituições trarão bons resultado para a integração das atividades rurais produtivas da Serra da Bodoquena, que incluem o turismo, lavouras, pecuária e a mineração", finaliza.

PRESERVAÇÃO AMBIENTAL É FUNDAMENTAL PARA O TURISMO, DIZ SECRETÁRIO

"A preservação das águas e do meio ambiente em nosso município e na região é fundamental para o turismo e o desenvolvimento sustentável de Bonito", afirma o secretário municipal de Turismo, Indústria e Comércio, Augusto Mariano, lembrando que as secretarias, destacadamente as de Meio Ambiente, de Obras e de Turismo estão trabalhando, com total apoio do prefeito municipal Odilson Soares e o acompanhamento do Ministério Público, em ações voltadas para minimizar a poluição e o turvamento das águas.

"Juntamente com a Agraer e outros órgãos da administração pública, sejam eles locais, estaduais ou federais, queremos trazer a Bonito os melhores especialistas para implantar as melhores técnicas de conservação de solo e do meio ambiente", finalizou Augusto.